Meta de leitura para 2017

Postado dia: 30 de janeiro de 2017

Hello! Como estão esse ano? Eu estou ok, gostaria de ter postado mais em dezembro porém os últimos dois messes do ano passado foram bem difícil pra mim, quem acompanha os posts deve ter lido eu resmungando sobre minhas desgraças, vamos torcer para que esse ano seja diferente e eu não tenha recaídas e fique nadando na lagoa da tristeza novamente.

Meu natal não foi lá grandes coisas, e acabou que eu fiquei bem revoltada no Ano Novo e me recusei a comemorar decentemente. Enfim, eu meio que descobri uma das razões para eu estar tão para baixo, e era pelo motivo de ter ficado sem ler nos últimos messes, quer dizer, eu li um em cada mês - novembro e dezembro - e meu costume é ler no máximo sete. Pareceu que eu estava sem ler nada havia uns seis messes, sei lá, minha mente fica me pregando umas peças. Mas agora eu voltei aos meus costumes e a minhas inspiração que estava ausente está voltando aos poucos - e minha alegria também, diga-se de passagem.

Esse ano eu não vou poder ler tanto quanto no ano passado pois começarei a faculdade, a minha meta de livros que quero ler não está completa nem certa ainda, pois esse ano será uma caixinha de surpresas pra mim, por isso vou deixar aqui aqueles livros que tenho pelo menos certeza que vou conseguir ler. Ah, lembrando que eu já li sete.

🍁 Você pode acompanhar os livros já lidos por mim este ano, nesta lista.

♥ Corte de Espinhos e Rosas, Sarah J. Maas
Depois de anos sendo escravizados pelas fadas, os humanos conseguiram se libertar e coexistem com os seres místicos. Cerca de cinco séculos após a guerra que definiu o futuro das espécies, Feyre, filha de um casal de mercadores, é forçada a se tornar uma caçadora para ajudar a família. Após matar uma fada zoomórfica transformada em lobo, uma criatura bestial surge exigindo uma reparação. (...)
 ♥ Madame Bovary, Gustave Flaubert
Madame Bovary trata da desesperança e do desespero de uma mulher que, sonhadora, se vê presa em um casamento insípido, com um marido de personalidade fraca, em uma cidade do interior. Publicado originalmente em capítulos de jornal, em 1856, o romance mostra o crescente declínio da vida - interna e externa - de Emma Bovary, que figura na literatura ocidental no mesmo degrau que Dom Quixote, o personagem de Cervantes. Ambos não se conformam com a realidade em que vivem e tanto o cavaleiro da triste figura quanto a desolada dona-de-casa oscilam entre o status de herói e de anti-herói.
 ♥ Pollyanna Moça, Eleanor H. Porter (Pollyanna #2)
Pollyanna agora é uma encantadora adolescente, amada por todos os que conviveram com ela e aprenderam o Jogo do Contente. Sua fama de pessoa especial ultrapassa os limites de Beldingsville. Quando recebe um convite para passar uma temporada em Boston, novas experiências vêm enriquecer sua vida. Ela passa a conviver com pessoas interessantes, faz amizades, ensina e aprende muito, e ajuda pessoas necessitadas que vai encontrando em seu caminho. É nesse livro, também, que Pollyanna descobre o amor e experimenta a inquietação, as dúvidas e as emoções pelas quais passam as pessoas apaixonadas.
 ♥ Jane Eyre, Charlotte Brontë
Jane Eyre, órfã de pai e mãe, vive com parentes que a desprezam até ser enviada para a instituição de caridade Lowood. Apesar das inúmeras privações que enfrenta na escola, a menina leva uma vida quase feliz e se torna forte e independente. Aos 18 anos, decide partir para Thornfield e trabalhar como preceptora de Adèle, pupila do irônico e arrogante Edward Rochester. Jane Eyre narra, além de uma comovente história de amor, a saga de uma jovem em busca de uma vida mais rica do que a sociedade inglesa do século XIX tradicionalmente permitia às mulheres.
 ♥ A Moreninha, Joaquim Manuel de Macedo
Como se manter fiel ao juramento de amor feito no passado, diante de uma nova e ardorosa paixão? É o que se pergunta Augusto ao conhecer Carolina, a Moreninha.Uma resposta surpreendente será dada ao personagem nas páginas deste agradável livro de Joaquim Manuel de Macedo. Publicado em 1844, este é o primeiro romance da nossa literatura. Esta divertida história de amor retrata com perspicácia a sociedade do Rio de Janeiro do Segundo Reinado.
Abraços!

10 comentários

  1. Da sua lista, já li "Madame Bovary" e "Pollyanna Moça", ambos muito legais. Também quero ler "A Moreninha" e "Jane Eyre" (os clássicos são tão maravilhosos ♥). Eu nunca tinha lido sobre "Corte de espinhos", mas agora fiquei interessada!

    Sucesso pra gente com nossas metas de leitura, hehe.

    Uma semana linda para você!
    O Único Jeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já li alguns clássicos e também os acho maravilhosos, eles deixam um sentimento tão bom no nosso coração.

      Obrigada Larissa, te desejo o mesmo!

      Excluir
  2. Li mais livros no ano passado do que no anterior, mas pretendo ler muito mais esse ano e realmente precisava de indicações. Não conhecia nenhum, mas espero que consiga lê-los!

    ~September Rains

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa sorte Laura, acho que você conseguirá sim!

      Excluir
  3. Oi Bia :3
    Eu adorei o primeiro livro que está em sua wishlist literária desse ano, a história parece ser bem interessante e me despertou a vontade de o ler por inteiro!
    Eu já li Pollyanna Moça e recomendo a todos, pois é um livro mais real do que Pollyanna e ótimo para aqueles que já cresceram, mas querem cultivar o otimismo em seus corações.
    Beijos açucarados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bruna,
      Eu o estou lendo e amando demais, espero que você leia também ;)
      Sua descrição me fez ter mais vontade ainda de ler a continuação da Pollyanna...

      Abraços e volte sempre!

      Excluir
  4. Poxa, que pena que seu fim de ano não tenha sido animador. Eu acho que entendo esse desânimo com as leituras, aconteceu comigo também, da metade do ano para janeiro eu li só dois livros.
    Interessei-me bastante pelo primeiro da lista, logo de cara parece uma história muito legal.
    Em comum contigo tenho Jane Eyre.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo mundo se interessou pelo primeiro da lista, já o estou lendo e achando muitíssimo bom, espero que você leia também.

      Abraços!

      Excluir
  5. Eu gosto muito de ler! Mas quando não se tem dinheiro pra muita coisa, a solução é ler online e eu não gosto muito. Prefiro mil vezes o livro em mãos <3 Então, eu não li muito ano passado, justamente porque não estava mais na escola, onde eu os pegava - acho que foram uns sete livros ao todo - Já no ano retrasado, eu li quase vinte! Não lembro do número exato, mas vai por aí.
    Dos que você citou, eu não li nenhum. Mas gostei muito da resenha de Corte de Espinhos e Rosas - o nome do livro já é um máximo, né ^^

    ♡ { Barbie Pretty Sweet } ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Liih,
      Me identifico com você, não vou mentir, leio alguns sem ser no formato físico - que prefiro muito mais também - pois os livros são muito caros e não tenho coragem de comprar até que abaixe.

      Abraços!

      Excluir

Ps. Marque a caixinha "notifique-me" para saber quando respondi seu comentário (:

"Existem coisas melhores adiante do que qualquer outra que deixamos para trás".
- C.S. Lewis


Sobre posts que abram opiniões, respeite as dos outros sempre.
Spam ou comentários com intuito de divulgação não serão aprovados.
Se não está satisfeito com algo do post ou do blog, faça uma crítica construtiva.
Não se esqueça de deixar o endereço do seu blog no final do seu comentário para eu visitar!

Desenvolvido com ♡ por Beatriz Carvalho
Powered by Blogger.